sexta-feira, 12 de junho de 2009

Nome: MARCOS STERN.


Formação: Farmacêutico - Químico - Fitoterapeuta.
Faculdade Nacional de Farmácia da Universidade do Brasil - 17/01/1952.
Registro CRF sob o nº 349.
Filiação: João Stern e Lola Stern.
Data de Nascimento: 22/01/1928.
Naturalidade: Brasileiro do Rio Grande do Sul.

FORMAÇÃO:

1) Curso de Farmácia
Na Faculdade Nacional de Farmácia da Universidade do Brasil;
2) Estágio na Alemanha (Bolsa)
Lançamento dos produtos do laboratório Boehringer Ingelheis;
3) Curso de Extensão
"Os Corantes em Gêneros Alimentícios" - Instituto Adolfo Lutz - São Paulo;
4) Curso de Indústria Químico Farmacêutico - Pós Graduação
Universidade de Farmácia - São Paulo;
5) Curso de Legislação Farmacêutica
Universidade de Farmácia - São Paulo (1956);
6) Curso de Aperfeiçoamento de Métodos do Trabalho
Instituto Pinheiros - São Paulo;
7) Curso "Atualização Farmacêutica"
Associação Brasileira de Farmacêuticos;
8) Curso de Técnico de Biofarma
Faculdade de Ciências Biológicas;
9) Hematologia Clinica
Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro (1964);
10) "Liofilização", sob a orientação do prof. Alcides F. da Silva Jardim
Instituto de Química - Universidade do Brasil;
11) "Farmotécnica Homeopática"
Associação Brasileira de Farmacêuticos;
12) "Fitoterapia", sob a orientação do Dr. Emílio Myray Lopes da Comissão de Medicinas Tradicionais e Alternativas;

TRABALHOS PUBLICADOS E PALESTRAS:

§ Crescimento de Alguns Fungos Contaminantes em Água Destilada com Especial Referência à Produção de Pirogênicos.
Marcos Stern e Carlos da Silva Lacaz;
§ Conferência da Semana do Farmacêutico
"Professor Dr. Rui de Toledo"
Araraquara - São Paulo;
§ Palestra sobre Pirogênio na inauguração da Faculdade Medicina de Ribeirão Preto - São Paulo;
§ Membro efetivo da jornada "Jaime Torres" - Poços de Caldas;
§ "Estado Atual do Problema dos Pirogênicos em farmacotécnica Industrial" - junto com o Prof. Carlos Henrique Liberalli, na Sociedade de Farmácia e Química de São Paulo;
§ "Uso das Plantas Medicinais"
Palestra no Clube de Engenharia - Diretor Técnico;
§ Consultoria - Coordenador do Programa de Fitoterapia do Hospital Paulino Werneck;
§ Moderador do 1º Fórum estadual de Fitoterapia na "Semana de Fitoterapia CPPII" (10 à 14 de abril de 1989";
§ V Jornada Cientifica do PAM (27 de outubro de 1989);
ENTREVISTAS CONCEDIDAS:
Em Rádios: Rádio Nacional
- Programa Daisy Lúcidi;
Rádio Tupi
- Repórteres: Pedro Augusto, Fernando Sergio e Jorge Luiz;
Rádio CBN
- Repórteres: Jorge Madeiro e Marcio de Souza;
Rádio Rio News
- Repórter Miriam;
Rádio Carioca
- Programa "Vani Fala Geral";
Rádio Bandeirantes
- Repórteres Eunápio César e Luiz Carvalho;
Rádio Itaguaí AM
- Programa "Domingo Show"- apresentador Garcia Duarte;
Na Televisão: TVE
- Programa "Sem Censura", com Leda Nagle;
TV CNT
- Programa na Boca do Povo do apresentador Vagner Montes;
- Programa "Hora Israelita", apresentador Graicy;
TV Estácio de Sá:
- Entrevista à repórter Liane;
COLUNAS EM JORNAIS, REVISTAS e PROJETOS:
• Jornal Extra;
Colunista em artigos publicados na Coluna Natureza - Seção Viva Mais.
• Editora Abril;
Revista Ana Maria;
De: 15/11/1999, Pág.26, 27 e 28;
Entrevista e Receituário em: "A Cura pelas Plantas".
• Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro;
Escola Municipal 3.13.034 Helio Smidt;
Projeto Plantas Medicinais (1995 a 1998)
Público Alvo: Alunos da escola;
Atividades: Desenvolvimento prático e teórico sobre fitoterapia incluindo a coleta de plantas medicinais e métodos de manipulação no canteiro existente e cultivado na escola.
• Órgão Informativo do Colégio Monte Sinai
Jornal Informe M.S. - 1998
Colaborador escrevendo dicas de como cuidar da saúde utilizando produtos naturais e homeopáticos.
• Jornal Informação
Informativo da Zona Norte
Coluna Comunidade e Informação
Escreveu inúmeras matérias exaltando os benefícios da Fitoterapia orientando o uso de plantas medicinais para diversos males da saúde.

OUTROS TRABALHOS E ATIVIDADES:

"Movimento Comunitário Saúde Natureza" - Hospital Municipal Paulino Werneck, fundador e criador da Farmácia Piloto, para produção de remédios à base de plantas.
Participou de programas de distribuição a pessoas carentes, sob prescrição médica de 25.000 unidades de remédios a base de Plantas medicinais e de forma gratuita.
Estimulou a implantação, planejamento e acompanhou a criação de hortas medicinais em escolas e comunidades.

PALESTRAS E SEMINÁRIOS PROFERIDOS:

I Seminário Nacional de Plantas Medicinais da Amazônia 10 à 13 junho/1992
Tema: "O Tratamento Científico pelas Plantas".
Secretaria Municipal de Saúde - Teresópolis.
Centro de Estudos da Casa Gerontologica Brigadeiro Eduardo Gomes - Ilha do Governador.
Governo do Estado do Rio de Janeiro - Tema: "A prática da Farmácia em Fitoterapia".
Secretaria Municipal de Saúde - Tema: "Formulários de Fitoterápicos".
Secretaria Municipal de Saúde - Superintendência de Serviços de Saúde OS-17 Dr. Nagib Jorge Farah - XI R.A.
Academia Brasileira de Farmácia.
Centros Espíritas.
Palestras em Escolas, com boa aceitação e sucesso em diversas que apresentaram trabalhos "A Semana da Ciência", com três escola em 1º lugar.
Associação Brasileira de Acupuntura - ABA.
Av. N. Senhora de Copacabana, 794/303 - RJ.
Convite para Aula-Palestra de Fitoterapia
Em 28/10/1999.
Instituto de Parapsicologia do Brasil - I Congresso do Mercosul de Parapsicologia
Hotel Atlântico Copacabana - Salão Imperial - RJ
Palestra sobre: Fitoterapia na Prática (24/09/1999).
RECONHECIMENTOS:
Câmara Municipal do Rio de Janeiro;
Correspondência de Apoio e Reconhecimento aos Trabalhos Desenvolvidos na Fitoterapia;
Em: 13/09/95.
Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro
Secretaria Municipal de Educação
Escola Municipal 3.13.034 Helio Smidt - Projeto Plantas Medicinais.

Ouça as entrevistas do
Dr. Marcos Stern
Nas seguintes emissoras:

Rádio Globo - RJ
Programa Manhã na Globo
Todas as segundas-feiras ás 10:55h
***
Rádio Nacional - RJ
Programa Alô Dayse
Com Dayse Lúcidi
Todas as terças-feiras ás 11:30h
***
Rádio Rio de Janeiro - RJ
Programa Mulher Brasileira
Todas as quartas-feiras ás 9:35h
***
Rádio Aliança de São Gonçalo - RJ
Todas as quintas-feiras ás 10:30h
***
Rádio Linhares de Espírito Santo - ES
Todas as sextas-feiras ás 11:30h
***




Entrevista publicada no Jornal Nosso–JornalRio
Ano I - nº 6 - 28 de julho de 2009

Edição e Produção: Denise Wasserman
Jornalista Responsável: Jakob Zajdhaft
Colaboradores: Sheila Sacks e Solange Palatnik

Cadastre-se: nossojornalrio@yahoo.com.br

www.nossojornalrio.com


Graviola no combate ao câncer
por Jakob Zajdhaft


Marcos Stern é farmacêutico e químico fisioterapeuta com pós-graduação em Farmotécnica Industrial na Universidade de Farmácia de São Paulo. Especializou-se em Fitoterapia e é incansável divulgador da fitoterapia em programas de rádio, Tv e assina colunas em jornais e revistas do país.
É sócio-fundador do 1º Jardim Botânico de Plantas Medicinais do Brasil, em Teresópolis, que tem como objetivo a inclusão no Programa Nacional de Plantas Medicinais lançado pelo Governo Federal em 2008. É ainda autor de 4 livros sobre “ O poder de cura das plantas”.
Nesta entrevista , Sterm aborda o poder medicinal da planta que tem sido alvo de procura.

.As folhas da graviola têm propriedades anticancerígenas?

- Sim. Elas possuem propriedades terapêuticas para amenizar o problema do câncer, porque têm princípios ativos. Há estudos no Canadá , México, EEUU e Alemanha, com resultados maravilhosos. Aqui no Brasil, muitos médicos têm receitado este produto.

.Que substâncias medicinais compõem as folhas de graviola?

- Podemos citar, entre outras, o ácido- aminobutírico, o ignocérico , a muricinina e os alcalóides.

. Há comprovação científica sobre seus efeitos?

- Depoimentos de renomados médicos da Alemanha e Estados Unidos, atestam o bom resultado. A comunidade Européia, principalmente a Alemanha, está utilizando a graviola com muito sucesso, seguindo aplicação similar nos Estados Unidos.

.O que diz o Ministério da Saúde?

- O Ministério da Saúde ainda não indica este tratamento fitoterapêutico. Na verdade, a pesquisa no Brasil engatinha, já que poucas plantas mereceram estudo mais apurado e a graviola não está incluída nas 71 plantas medicinais que foram objeto de estudo pela CEME ( Central de Medicamentos) e FIOCRUZ para serem liberadas com comprovação científica.

.Em que Estado do Brasil é cultivada a Graviola?

- No Amazonas e na fronteira com o Peru. É bom frisar a propriedade desta planta no Nordeste do Brasil, onde é consumida e comercializada na época da frutificação.
A graviola está em todos os quintais e feiras. A polpa da graviola contém boa quantidade de proteínas , gorduras , carboidratos, vitaminas C e B, potássio e fósforo. Daí a razão por estar em todas as mesas, para o amplo deleite.

.Fale sobre os efeitos da graviola e o da quimioterapia

- O poder da graviola é 10 mil vezes superior à quimioterapia, não apresenta efeitos colaterais, não destrói as células saudáveis e não há perda de cabelo.

.Como preparar este chá para prevenir e combater o câncer?

- É muito simples: 2 colheres de sopa de folhas fatiadas da graviola; 3 copos de água fervendo. Deixar as folhas fatiadas em infusão na água fervente por 15 min em recipiente tampado, coar e beber 3 xícaras de chá ao dia.

Entrevista concedida a Patrícia Ingo Tendrich (Papo em Comunidade)



Shalom!
O Papo de hoje é com um especialista em ervas.
Com vocês o fitoterapeuta Marcos Stern!

PIT - Olá Dr. Marcos, bem vindo ao Papo em Comunidade!
MS – Olá Patrícia!


PIT - Como começou seu interesse pela fitoterapia?
MS – Meus filhos médicos foram convidados para fazer um curso de fitoterapeuta e saúde na superintendência regional do INANPS. Sabedores de quanto eu gosto do assunto, me convidaram a fazer junto, pois, sempre foi um grande sonho meu, levar para os mais necessitados remédios a baixo custo com benefícios satisfatórios. Sempre acreditei na cura através das plantas e assim, desde 1987, venho estudando e aperfeiçoando, cada vez mais meus conhecimentos sobre fitoterapia.


PIT - Qual a diferença da fitoterapia e a homeopatia?
MS - A fitoterapia é a ciência que estuda a utilização dos produtos de origem vegetal com finalidade terapêutica, ou seja, para prevenir, para atenuar ou curar um estado patológico. Na China, surgiu por volta de 5.000 anos. Tratamento = terapia / Vegetal = phyton. O que é usado como matéria prima fitoterápica com efeito farmacológico são as folhas, caule, flores, raízes ou frutos.
Homeopatia : do grego - Homoios, semelhante e Pathos, doença
É um método terapêutico, cujo principio está baseado na SIMILIA SIMILIBUS CURANTUR ou os SEMELHANTES CURAM-SE PELOS SEMELHANTES. Na Homeopatia, os medicamentos são preparados a partir de substâncias provenientes dos reinos mineral, vegetal ou animal. As preparações básicas dessas substâncias recebem o nome de tintura mãe e a partir delas são iniciados os processo das diluições sucessivas, seguidas de agitação que chamamos de dinamizações, chegando às doses mínimas.


PIT - Existe receita para qualquer tipo de doença?
MS - Várias doenças podem ser tratadas através da Fitoterapia, este método é tão antigo quanto a própria civilização. Registros históricos relatam que Cleópatra já utilizava a babosa e o rei Salomão usava linimentos para tratar machucados. O tratamento fitoterápico, desenvolvido sob a supervisão de profissional médico, é atualmente prática reconhecida pelo Ministério da saúde em todo o país. Para a maioria das doenças existe na fitoterapia a possibilidade de reduzir o tempo da doença e atenuar o sofrimento das pessoas enfermas, enquanto há vida sempre há possibilidade de obter melhoras. Lembrando sempre dos hábitos saudáveis, fazer atividade física, beber 2 a 3 litros de água por dia e uma alimentação saudável a base de legumes, frutas e verduras.


PIT - Em tempos de gripe suína, existe algum fitoterápico indicado para a prevenção e/ou cura?
MS - Encontramos na fitoterapia, diversas ervas que podem ser utilizadas para a prevenção da gripe suína;
Echinacea - imunoestimulante - antibacteriana - antimicrobiana - antibiótico - depurativa - anti-séptica
Gengibre - fortalece o sistema imunológico - antiinflamatório - ajuda a prevenir doenças respiratórias
Chá verde - aumenta e fortalece o sistema imunológico
Hortelã pimenta - antiséptico - descongestionante e também fortalece o sistema imunológico
Abacaxi - Antiviral - antiinflamatório - expectorante


PIT - A que você atribui o pouco uso da fitoterapia entre as pessoas?
MS - Falta de conhecimento sobre o assunto e a procura de um tratamento com soluções imediatas, mas no dia a dia, os resultados são muito satisfatórios e positivos.


PIT - Qual a receita que não pode faltar no dia a dia?
MS - Seria um depurativo do organismo. Um produto para aumentar o sistema imunológico, uma erva para acalmar o sistema nervoso e emocional, pois a vida agitada e estressante nas grandes cidades está levando cada vez mais as pessoas a terem esses problemas.


PIT - Na atualidade qual a maior descoberta da fitoterapia?
MS - Diversas ervas medicinais estão sendo utilizadas no mundo todo, pesquisadores apresentaram resultados com grande esperança para prevenir diversas doenças utilizando Laxol, Graviola - (médicos dos Estados Unidos, Alemanha - Coreia ) Aveloz.


PIT - O que você se orgulha de ter realizado?
MS - Ter amenizado o sofrimento das pessoas com problemas de saúde e ter ajudado a divulgar essa fantástica possibilidade natural, econômica e que não provoca grandes efeitos colaterais. Orgulho-me também, das entrevistas em rádios, Tvs e da coluna diária em jornal de grande circulação em todo Brasil, chamando atenção das vantagens e benefícios das ervas bem usadas, sob orientação médica.


PIT - Qual a formula você gostaria de descobrir?
MS - ERVA para amenizar e curar o Câncer.


PIT - Dr. Marcos, muito obrigada por sua entrevista e deixe aqui o seu recado!
MS - Obrigado meu DEUS, por orientar meus passos e proteger minhas orientações para ajudar o próximo.

















Entrevista

Saúde pelas plantas
Por Jakob Zajdhaft

 
Marcos Stern

A fitoterapia é o tratamento de doenças através de plantas medicinais que estimulam as defesas naturais. Marcos Stern, farmacêutico e químico, especialista no assunto, acaba de lançar o seu quinto livro da série “O poder da cura das plantas”, editado pelo jornal Extra. O autor assina colunas em jornais e interage com o público ouvinte pelas rádios Globo, Tupi e Nacional, indicando o uso de plantas visando a uma vida longa e saudável, já que uma das principais características da fitoterapia é não causar efeitos colaterais à saúde. Aí vai a entrevista.
.Como vê a crescente utilização de medicamentos fitoterápicos pelo Governo?
-A maioria das plantas que estão nos livros foi estudada por renomados cientistas brasileiros, que verificaram o poder curativo delas, através do princípio ativo. O Ministério da Saúde, pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) criou normas próprias para obstar a vulgarização destes medicamentos.
.Qual foi o hospital pioneiro na sua utilização?
-Sem dúvida, o Hospital Paulino Werneck, na Ilha e por mim implantado, há cerca de 18 anos. Atualmente outros hospitais do Município aderiram a estes procedimentos.

.Há conhecimento dessas utilizações em tempos primórdios?
-Sim. Para se ter uma ideia da importância do valor terapêutico das plantas, encontramos citações na Bíblia do uso na cura de doenças.

.Quais países utilizam a fitoterapia?
-O valor das ervas é reconhecido, entre outros, na Alemanha, Inglaterra, Holanda, Israel, França, Portugal, China e índia.
.O que gostaria de acrescentar?
-Aproveito a oportunidade para lembrar que nesta época do ano é comum a gripe e, para combater o vírus, recomendo as folhas de guapo ou assa-peixe, para inalação após a fervura.

7 comentários:

  1. qual eh o endereço de sua farmacia no rio de janeiro?

    ResponderExcluir
  2. GOSTARIA DE SABER, O TEL. E O ENDEREÇO ,DO SEU CONSULTORIO,NO RJ ,EMAIL GORDINHASEX@OI.COM MEU TEL 21 33329542

    ResponderExcluir
  3. Dr. Marcos, ouvi sua entrevista no Progrma do Alexandre (Rádio Globo), e me interessou muito suas dicas fitoterápicas, mas como estamos longe, pois, me encontro em SP, gostaria de saber se tem como me dar algumas dicas por email, pois, estou com meu pai doente e já não sabemos mais o q fazer. Ele tem tomado, fórmula e sempre o médico aumenta a dose e está afetando outros orgãos além de ele estar muito fraco.
    Bom meu pai tem 75 anos e esta com artrite reumatóide em estado avançado pois seus dedos das mãos e pés já estão tortos, como se não bastasse apareceu gastrite, problema renal e anemia que segundo os médicos está muito forte. não sei se devido esta anemia ele tem sentido muita tontura, a pressão arterial tem oscilado bastante para baixa e também muita fraqueza nas pernas , no corpo , ele está bem magro e já até caiu algumas vezes no banheiro por se sente fraco. Por favor, se possível me ajude me enviando um email me dando dicas de que plantas posso associar ao tratamento para fortalecî-lo e quem save também auxiliar nos outros problemas, de artrite reumatóide, gastrite e rim, por favor, aguardo anciosa por uma resposta.
    Sem mais,
    Desde já, muito obrigada.
    Adriana
    email:adriselmaconc@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  4. DR. MARCOS STERN O MESTRE DA FITOTERAPIA. AQUI E O JOAO RICARDO MERI ALVES DA EMBRAREL. SE LEMBRA DA SUA HISTORIA QUANDO CONQUISTOU SUA ESPOSA COM UM PERFUME A BASE DE ESSENCIA DE JASMIM, SUA PALESTRA NA ASASTEL, ONDE LEVOU SEU NETOS E PREPAROU POMADAS E CREMES FITOTERAPICOS.

    O DR. PARA MIM E A MAIOR ASSUMIDADE MUNDIAL DA FITOTERAPIA.

    ME EMOCIONEI AO FALAR CONSIGO NO TELEFONE DA BATE-CAVERNA.

    DEPOIS DE TER 3 AVCs E PERDER MINHA MAE QYE LUTEI E DEDIQUEI MINHA VIDA.

    PRECISO DE UM XAROPE PARA EVITAR MUCO POIS AINDA ESTOU ACAMADO.

    POR SORTE SOU CANHOTO E ESTOU PODENDO ME COMUNICAR COM MEU MESTRE.

    ABRAVOS PAR O DR. AGEOR, SEU FILHO PEDIATRA, NETOS E SUA ALMA GEMEA...

    JOAO RICARDO MERI ALVES

    CONTATO
    barrarj05@gmail.com

    ResponderExcluir
  5. olá
    onde eh seu consultório no rio de Janeiro??
    meu e-mail eh eloa.lopes@hotmail.com
    grata!!

    ResponderExcluir
  6. Bom dia, Dr Marcos,
    Como é valioso o trabalho como o do sr, nos dias de hoje onde estamos nos intoxicando com alimentação e medicamentos agressivos.
    Meu marido tem polineuropatia periférica, minha mãe polimialgia. Gostaria de receber orienta'~ao do Sr sobre o melhor para eles na fitoterapia.
    Ele começou usar capsulas de sucupira e parece estar melhorando as dores. Soubemos de um composto de sucupira, unha de gato e barba do diabo. Posso conseguir através do Sr? Pois tenho um cunhado que tem artrite e outros problemas e que indicaram para ele.
    Agradeço muitíssimo, desde já a orientação e ajuda
    Muito grata mesmo
    Rosita

    ResponderExcluir
  7. Bom dia,
    Venho por meio deste divulgar o livro Plantas tóxicas: conhecimento e prevenção de acidentes. O livro foi escrito por pesquisadores da Universidade de São Paulo e relata acompanhamento de casos de intoxicações por plantas no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto - SP. O livro traz fotos e descrições das plantas, bem como princípios ativos, sintomas e tratamentos. O livro custa R$ 25,00 e pode ser adquirido através do e-mail: rejaneboliveira@yahoo.com.br. Maiores informações sobre o livro podem ser obtidas no site: http://www.biotopicos.com.br/LIVRO.HTML.

    ResponderExcluir